Conheça Gotland, uma ilha onde pilares naturais de pedra se parecem com vultos humanos

Gotland é uma pequena ilha no mar Báltico, ao largo da costa da Suécia, onde são encontrados os raukar, pilares naturais de pedra calcária que se assemelham a vultos humanos. Em dias nebulosos, seus contornos sugerem personagens de sagas nórdicas, fitando o mar com expressões de petrificado assombro. Os raukar mais impressionantes se encontram entre Digerhuvud e Lauterhorn, ao largo da costa de Faro, lar do lendário diretor sueco Ingmar Bergman.

Gotland possui uma paisagem variada, de charcos sombrios e prados floridos a altos penhascos e extensas praias arenosas. A ilha abriga 35 espécies diferentes de orquídeas selvagens. Em Stora Karlso, uma ilha minúscula ao largo da costa oeste, milhares de pinguins nidificam. Uma raça local de carneiros pasta em outra ilha, Lilla Karlso. Um dos destinos favoritos dos veranistas suecos, Gotland permanece surpreendentemente intacta. Sua pitoresca capital, Visby, já foi um grande centro mercantil báltico, vinculado à Liga Hanseática, sediada em Lübeck.

Lago Inari

A Lapônia finlandesa é uma região de lagos, e o maior deles é o azulado lago Inari, próximo à fronteira com a Rússia. É quase um pequeno mar. Do meio, não se pode avistar terra e, em caso de tempestade, o vento provoca ondas altas e traiçoeiras. Suas orlas são recortadas por centenas de pequenas baías e por suas águas se espalham mais de 3 mil ilhas cobertas de árvores.

O lago abrange uma área de L300km2, e suas bordas se inclinam bruscamente até as águas turvas do fundo. Lendas e canções folclóricas da região proclamam que ele é tão profundo quanto extenso. O lago é alimentado pelas águas do Ivalojoki e deságua no mar de Barents pelo Paatsjoki.

Os antigos lapões ofereciam sacrifícios para seus deuses na ilha sagrada de Ukko, assim chamada em homenagem ao deus supremo da mitologia finlandesa. Em outra ilha, Ukonkivi, sacrifícios eram oferecidos para que os deuses propiciassem a pesca, e uma caverna gelada em Korkia era usada para armazenar os peixes. Sete espécies diferentes de salmão e truta vivem ali. À noite, o céu sobre o lago se ilumina com o espetáculo de luzes da aurora boreal.

Deixe uma resposta