Veja o motivo por que a maioria das pessoas vivem em calado desespero

È o fato de que elas não têm discernimento. O motivo pelo qual Bill Gates é bilionário é o fato de ele ser capaz de discernir coisas que outras pessoas não são capazes de discernir.

Ele questiona as coisas. Ele se pergunta, “E se…?” “por, que…?” e “Por que não…?” Ele é capaz de discernir a diferença entre algo que é assim porque faz sentido ser assim, e algo que é assim porque “todo mundo faz desse jeito”. Bill Gates é um rebelde.

O mesmo vale para Henry Ford, J. Paul Getty, Andrew Carnegie, Leonardo da Vinci, Guglielmo Marconi, Thomas Edison, Albert Einstein e todos os pensadores brilhantes da história. Pessoas bem-sucedidas não pensam como o rebanho. Elas questionam tudo.

Já que estamos falando de Bill Gates, vamos comparar a maneira como ele pensa com a maneira como a maioria das pessoas pensa. Eu estava esperando meu vôo numa sala de espera do aeroporto, quando comecei a ler uma conhecida revista de negócios.

Havia uma coluna de Stuart Alsop criticando a Microsoft e Cates. Sob o título “A coisa certa para regulamentar”, a matéria perpetuava a afirmação de que a Microsoft é um monopólio e defendia a intervenção do governo com relação a isso.

Que alvo mais fácil! E claro que agrada ao rebanho. Por que todo mundo pode concordar que a Microsoft é a “estrela da morte”, destruindo tudo em seu caminho até controlar o mundo. Quero dizer, Cates vale quanto? Quarenta bilhões? Sessenta? Ê para chorar, certo?

Não, certo nada. Está errado, muito errdo.

Quando um escritor de mente estreita escreve como Alsop, ele está apelando para as crenças de escassez e limitação dos leitores. Está simplesmente demonstrando que não entende nada de como o capitalismo e a iniciativa privada funcionam.

Quando alguém perguntou a Ayn Rand por que os americanos são tão anti-intelectuais, ela respondeu que era porque os intelectuais dos Estados Unidos eram muito anti-americanos.

Eu achei simplesmente incrível que uma revista que e supostamente um ícone do livre comércio publique uma bobagem socialista como essa. Mas, evidentemente, eles publicam.

O que você acha que acontece com você quando lê um disparate desses? Ele programa você para a escassez. Você se vê como uma vítima indefesa de uma empresa multibilionária e precisa que o governo o “salve” dos seus abusos.

Qual é o crime da Microsoft? Criaram um software que milhões de pessoas querem usar. Milhões de pessoas como eu – que não são especialistas em computação – descobriram que podem trabalhar de fato com um computador que usa o sistema operacional Windows.

Mas espere aí você diz. O governo norte-americano não disse que a Microsoft está vendendo o navegador junto com o sistema operacional e por isso dominaram o mercado e criaram um monopólio?

(Ai, ai…) eis aqui uma analogia. Suponhamos que Tony Robbins e eu tenhamos dado um seminário no mesmo fim de semana em Chicago. Eu ofereci um CD grátis com a inscrição. Será que Tony deve me processar? Recorrer à justiça?

Ele poderia alegar que está diante de uma concorrência injusta, que estou restringindo o mercado ou que criei um monopólio.

Deixe uma resposta